+55 11 2227-1595 / +55 11 3569-4469

Síndicos e Obrigações

No artigo 1.348, inciso II e V da Lei 10.406/02 são claras as competências do Síndico, seja em juízo ou fora dele, principalmente na defesa dos interesses comuns que, entre outros, englobam a conservação e a guarda das partes comuns do condomínio

Com uma simples pesquisa na internet é possível mensurar os prejuízos recentemente sofridos por alguns condomínios e síndicos, provocados principalmente pela “falta de controle” e pela “falta de responsabilidade” sobre as obras, reformas e as manutenções nas unidades autônomas privativas e áreas comuns dos condomínios.

Desde os pequenos condomínios até as minicidades condominiais – conhecidos como Condomínios Clube - não importa a idade, sejam os antigos, novos ou em fase de implantação, todos os Síndicos precisam cumprir as manutenções preventivas assim como fiscalizar todas as obras ou reformas dentro de seus condomínios ou associações condominiais.

A boa notícia é que já existe um sistema unificado e acessível financeiramente para se fazer a gestão completa e necessária das manutenções periódicas, assim como, os controles adequados das obras e reformas que os proprietários submetem seus imóveis e os sistemas elétricos, hidráulicos, de gás e estruturais da própria edificação.

Prevenção também é obrigação!